Prêmio divulga histórias de empreendedoras no oeste do Estado

15/07/2014

Inscrições gratuitas podem ser feitas até 31 de julho; candidatas concorrerão à etapa estadual e os melhores cases disputam reconhecimento nacional

Marilene de Fátima da Motta Sampaio nunca desistiu. Nem mesmo os momentos mais difíceis na sua trajetória profissional a impediram de ser empresária. Ela é dona da Academia Espaço Saúde Femmini Cascavel e uma das empreendedoras que disputam o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que tem suas inscrições abertas até o próximo dia 31 de julho. 

A história de Marilene é marcada por altos e baixos, mas a sua principal dica, para outras empreendedoras, é nunca desistir. “A persistência e o amor vencem e nos levam aonde a gente quer. O começo não foi nada fácil, sobretudo porque as dificuldades financeiras são muitas”, diz a empresária, que trabalha há 17 anos com nutrição, fisioterapia e malhação. 

A filosofia do seu empreendimento, instalado em Cascavel há um ano e três meses, é trabalhar cardápios saudáveis, associados a exercícios físicos para perda de peso e ganho de massa muscular, tudo isso com o acompanhamento de um profissional de fisioterapia. “A saúde é uma questão prioritária hoje e as pessoas estão investindo nisso cada vez mais.” 

Marilene conta que começou com quatro funcionários e já são 16. Formada em Educação Física e Nutrição, esforço que fez questão de se dedicar ao longo da sua vida, a empresária destaca a importância do conhecimento e da atualização nos negócios. “As mulheres são excelentes empreendedoras e têm ótimas histórias para contar, precisam acreditar.”

 Kelen Gaffuri, consultora do Sebrae/PR, diz que, assim como a trajetória de Marilene, o oeste paranaense é marcado por muitas histórias de empreendedoras determinadas e de sucesso. Para ela, o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios é uma excelente oportunidade para divulgar as histórias de empreendedorismo feminino, e seus empreendimentos. 

Reconhecimento 

A iniciativa, que em 2014 completa dez anos, é do Sebrae e visa a reconhecer e premiar mulheres empreendedoras que fazem a diferença. Para se inscrever, as empreendedoras precisam contar suas histórias. Elas podem concorrer às etapas estadual e nacional, em três categorias: microempreendedora individual, pequenos negócios e produtora rural. 

“O Sebrae/PR lançou na internet uma campanha para incentivar a participação. O objetivo é aumentar cada vez mais as inscrições no oeste do Paraná e, para isso, foi produzido um vídeo que explica, passo a passo, como funciona a inscrição. O material foi postado no FacebookTwitterYoutube e está disponível no Portal do Sebrae/PR”, reforça Kelen Gaffuri. 

Dentre os critérios que serão julgados, para escolher as vencedoras estão: superação da mulher; visão de futuro; ideias inovadoras; atuação democrática; participação ativa nos negócios; ambiente agradável para quem trabalha no seu negócio; relacionamentos duradouros com os clientes; preocupação com o meio ambiente e a cultura; lições aprendidas; resultados obtidos; e contribuição para o desenvolvimento de outras empreendedoras. 

Redação 

Além de preencher o formulário de inscrição, disponível no site do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios (www.mulherdenegocios.sebrae.com.br), explica a consultora do Sebrae/PR em Cascavel,  as microempreendedoras, produtoras rurais e empresárias da região oeste paranaense devem fazer uma redação, contando sua trajetória de empreendedorismo, com detalhes que ajudem os jurados a entender o diferencial de seus negócios. 

É nessa fase que, historicamente com base em outras edições, a maioria das candidatas demonstra dificuldade. A redação é fundamental para o processo seletivo. O problema é que muitas das candidatas não conseguem colocar no papel suas histórias, mas isso não é um problema. Para auxiliar no processo, no próprio site de inscrição, existe um questionário composto por dez perguntas, com o objetivo de ajudar as potenciais candidatas a formular seus textos. Ao responderem as questões, elas produzirão, indiretamente, suas redações, ressaltando os pontos que serão considerados pelos jurados. 

Além disso, na campanha para a internet, as paranaenses são incentivadas pelo Sebrae/PR a produzir elas mesmas também um vídeo, contando suas histórias, seus desafios e superações. “Quem preferir, poderá falar em vez de escrever. Os vídeos serão selecionados pelos consultores que entrarão em contato com as empresárias para ajudá-las a escrever suas histórias. O material pode ser algo bem simples, apenas com o relato da candidata”, reforça Kelen Gaffuri. 

Para assistir ao link da campanha do Sebrae/PR ao Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, basta as empreendedoras interessadas acessarem o sitehttp://www.sebraepr.com.br/PortalInternet/Mulher-de-Negocios. As inscrições podem ser feitas no www.mulherdenegocios.sebrae.com.br

Sobre o Sebrae/PR 

Para quem já é ou quer ser empresário, o Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é a opção mais fácil e econômica de obter informações e conhecimento. Criado na década de 1970, o Sebrae apoia as decisões dos empresários, dos potenciais empresários e dos potenciais empreendedores, no campo e na cidade, porque é a instituição que entende de pequenos negócios e possui a maior rede de atendimento do País. Ao todo, são 27 unidades e aproximadamente 600 postos de atendimentos espalhados de norte a sul do Brasil. No Paraná, conta com seis regionais e 11 escritórios. A instituição chega aos 399 municípios do Estado por meio de atendimento itinerante, pontos de atendimento e de parceiros locais, como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos, programas e soluções empresariais, com foco em desenvolvimento de empreendedores; impulso a empresas avançadas; competitividade setorial; promoção de ambiente favorável para os negócios; tecnologia e inovação; acesso ao crédito; acesso ao mercado; parcerias internacionais; redes de cooperação; e formação de líderes.  

Fonte: Sebrae